Casamento em tempos de coronavírus: o que fazer?

Casamento e coronavírus: o que fazer? Foto: Samo Hagras.

A pandemia do covid-19 pegou a todos de sopetão e deixou muitas noivas se perguntando: o que fazer com meu casamento em tempos de coronavírus? O momento pede calma, bom senso e paciência. Confira nossas dicas.

Adiar ou não o casamento por causa do Covid-19?

A primeira recomendação para quem tem o casamento marcado para as próximas semanas é respeitar a recomendação de distanciamento social e adiar o evento. Por mais frustrante que seja, o mais importante em um momento como esse é preservar vidas.

Decidir manter o casamento antes de a situação ter sido controlada pode ter resultados catastróficos, como aconteceu em um casamento no Uruguai, em que uma única convidada contaminou 44 pessoas com o vírus ou o casamento da irmã da blogueira Pugliesi, em que um convidado infectou outros vários, incluindo a influenciadora.

Agora, se o seu casamento está marcado mais para frente, para os próximos meses, e vocês ainda não sabem se vão adiar ou não, a sugestão é colocar um prazo para tomar a decisão. Até um mês antes do casamento, por exemplo, é uma antecedência mínima boa para que dê tempo de avisar aos convidados e remarcar com os fornecedores.

Não cancele, remarque

Uma vez decidido que o casamento será adiado, é hora de lidar com os fornecedores já contratados.

Esta crise de saúde pegou a todos no susto, tanto noivos quanto fornecedores. Desse modo, estão todos os lados um pouco assustados e com muitas incertezas. Aí surge a dúvida: é melhor cancelar ou remarcar? Vai ter multa ou a tenho direito por conta da pandemia?

A minha recomendação, tendo estado dos dois lados (já fui noiva e já fui fornecedora) é a mesma que tanta gente está postando: não cancele, remarque. 

Tenha empatia na hora de negociar com fornecedores contratados, principalmente de empresas pequenas ou trabalhadores autônomos, como fotógrafos, músicos, cake designers, assessora etc.

Estamos todos no mesmo barco, pegos de surpresa e sem saber quando a situação será normalizada. Da mesma forma que você se preocupa em como irá resolver seu casamento, o seu fornecedor se preocupa em como ficará o negócio dele.

Em sua grande maioria, os fornecedores estão sendo super flexíveis e solidários nas remarcações. Participo de alguns grupos de fornecedores e estou vendo eles se organizando e formando parcerias, uma verdadeira rede de apoio, para não deixar nenhuma noiva na mão na hora em que a situação normalizar.

Agora, se o fornecedor não estiver sendo flexível e quiser aplicar multa por adiamento, saiba que você tem direitos. Procure a orientação do Procon para o caso de não chegar a um acordo. 

Comunique seus convidados

Se já enviou os convites, comunique aos seus convidados sobre o adiamento, com o objetivo de evitar não apenas que algum desavisado apareça no dia, como também dar tempo para as pessoas reorganizarem suas agendas.

Aproveite o tempo extra para organizar

Tente encarar o tempo extra que vem com o adiamento como uma oportunidade para organizar seu casamento. Reveja os custos, o que falta, o que você pode fazer em casa para economizar (tem várias ideias nos nossos posts de DIY de casamento)… É uma boa forma de continuar com os planos sem surtar.

Se cuidem!

Nesse meio tempo, cuidem de vocês como casal e da sua família. Lavem as mãos, evitem sair de casa sem necessidade e cuidem da saúde mental também. Essa pandemia, como tudo na vida, uma hora vai passar. 

Essas são nossas dicas. Tem mais alguma? Deixe nos comentários! A foto de destaque deste post é do estilista estrangeiro Samo Hagras.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *