Festa de casamento: lugar marcado na mesa ou livre?

Casamento: plaquinha de reserva de mesas

Deixar os convidados escolherem onde sentar na recepção do casamento ou organizar previamente e deixar os lugares marcados?

A vantagem da segunda opção é que ninguém precisa sair correndo da igreja para pegar um bom lugar na recepção, com medo de acabar em uma mesa cheia de pessoas que não conhece, como acontece freqüententemente quando 0s noivos optam por deixar a escolha dos lugares a cargo dos convidados.

Por outro lado, os convidados podem acabar tendo que sentar com pessoas que não escolheriam, e podem não curtir tanto a recepção. Isso sem falar nos lugares que ficarão vazios por conta dos convidados que faltarem.

Há alguns dias, fui ao casamento (lindíssimo!) da Sandra e do Thi, amigos do meu marido da época da escola, e vi uma idéia muito bacana pra solucionar o dilema.

Eles reservaram as mesas, e não os lugares. Cada mesa tinha uma plaquinha escrito “Reservado” e o nome de determinado grupo. Nós nos sentamos na mesa dos “Barranqueros”. Tinha duas mesas para nosso grupo, que se dividiu à vontade entre elas. Tinha mesa com “Reservado: família Tal” ou “Reservado: faculdade tal”, por exemplo. Achei simpático e prático.

A gente passou a noite toda conversando com os amigos e nos divertindo. Vale dizer que o casamento foi no Buffet Espaço La Fontaine, que eu não conhecia, mas achei fantástico, tanto no visual quanto na comida (fica a dica!).

Foto: feita por mim, Cíntia Costa.

Facebook Comments

25 thoughts on “Festa de casamento: lugar marcado na mesa ou livre?”

  1. Sammia disse:

    Bacana mesmo! Eu mesma já fiquei com essa dúvida…valeu Cíntia!

    E feliz dia do amigo pra você. Outro dia te ví no C3 pensei em dar um oi mas fiquei com vergonha…rs 🙂

    Beijos

  2. Oi Sammia! Como vc é boboca, devia ter me dado oi, sim! Onde foi? Beijos!

  3. Emily Freitas disse:

    Oi, Cíntia!
    Olha, vou fazer basicamente o mesmo no meu casamento.
    Apenas não vou colocar na plaquinha a palavra “reservado”, vou colocar o sobrenome da família mesmo. Quanto aos lugares, também não pretendo determinar. Acho que é melhor para todo mundo se a pessoa escolher em qual lugar da mesa vai sentar. Mas a mesa eu faço questão de separar. Já fiz até o plano da disposição delas. Porém, tenho uma dúvida: tenho 3 super amigas que convidarei para serem minhas madrinhas e na recepção gostaria que as mesas delas ficassem perto da nossa, só não sei se deixo uma mesa só para elas ou se deixo cada uma ficar em uma mesa distinta com suas respectivas famílias. O que você acha?

    Bjs.

  4. Gerson Paes disse:

    Aqui vai outra dica… se no seu casamento você convidou algum casal que está com um bebê muito novinho, pergunte pra eles se vão levar o bebê ou não. Se for, é muito legal, principalmente pela visão dos pais, ter um lugarzinho reservado um pouco mais tranquilo e afastado das caixas de som (que muitas vezes estão com um volume que não deixa ninguém conversar) e longe de passagens de garçons, ou do povão que passa. E, de fácil acesso para estacionar um carrinho de bebê. Se tiver mais casais nessa situação, coloque todos juntos! Vão adorar ficar falando dos seus filhos e desesperos de noites mal dormidas… Mas feliz!
    Pode fazer isso com as vovós também.

  5. Samira Sheisla disse:

    Ei Cintia,
    amei o tema do post, e acho super válido, afinal todas as situações que você descreveu são chatas e acontecem de verdade.No meu caso, pra evitar esse problema, optei por um coquetel tipo americano, que não tem essa disposição em mesas e permite aos convidados ficarem beeem mais confortáveis pois podem escolher sentar ou não, onde sentar, com quem sentar. Pros casais jovens, que querem uma recepção descontraída e têm muitos amigos em comum, fica a minha dica. BEIJOS!

  6. Aline Chaves disse:

    Eu acho super válido colocar sim essas plaquinhas. Assim como vc disse não tem corre corre para pegar o lugar e fica bem mais organizado. Mas, infelizmente o pessoal ainda não está acostumado com isso. É bom todo mundo começar a fazer para se acostumarem né…

    Beijos

  7. Juliana disse:

    Olá,
    Adoro o seu blog e gostaria muito que você visitasse o meu: http://emporiodaju.blogspot.com.
    Beijus
    Ju

  8. Oi Juliana. Vou lá conhecer!

  9. Boas idéias, Samira e Gerson!

    Aline, mesmo as pessoas não estando acostumadas, quando vêem os nomes já entendem que tem uma mesa pra elas também.

    Emily, você pode separar mesas para padrinhos, perto da sua. Que tal?

  10. Emily Freitas disse:

    Pois é, Cíntia. Essa era minha dúvida, se eu planejava uma mesa somente para acomodar os padrinhos, separando-os das suas famílias, ou se os deixava na mesa das famílias deles mesmo. Mas gostaria que eles sentassem perto de mim…
    Obrigada!
    Bjs.

  11. Emily, acho que não tem problema colocá-las com os padrinhos perto de você. No casamento da minha cunhada, fim de semana passado, eu fui madrinha e foi assim. Minha mãe ficou em outra mesa, mas como ninguém fica parado na festa, eu vivia indo na mesa dela e ela na minha. Beijos!

  12. Marina disse:

    Oi Cíntia!
    fiquei com uma dúvida… os convidados eram levados as mesas pela pessoas do cerimonial… ou iam lendo os cartões e sentando nos lugares?! Estou numa super dúvida sobre marcar os lugares… se separo cada lugar ou se reservo a mesa como diz no post… me caso agora em 14/08/2010 HELP!!!

    Beijos Marina

  13. Marina, a gente ia olhando as mesas até encontrar as nossas. Como o casamento não era tão grande, não foi um problema, achamos super rápido.

  14. olá… tenho muitas duvidas no meu casamento..
    cmo eu faço para fazer um livro de assinaturas..ou outra coisinha mais lindinha e barata?..
    bjuhsss fik com DEUS…xau

  15. Ava disse:

    Oi Cintia passando por aqui vi seu post.
    Meu casamento foi servido a mesa (francesa), por aqui esse tipo de servico
    e muito comum , entao resolvi fazer um quadro com os nomes dos convidados.
    Tenho o modelo dele no meu blog: http://www.casandoemnewyork.blogspot.com
    Acho que vc vai gostar.
    bjim!

  16. Oi Ava!

    Só encontrei o post com as fotos (http://casandoemnewyork.blogspot.com/2010/10/quadro-de-identificacao-dos-convidados.html), mas não achei o modelo. Pode passar o permalink, por favor?

    Beijocas!

  17. Mony disse:

    Olá meninas, primeiro quero parabenizar a Cíntia pelo blog maravilhoso e a iniciativa de compartilhar conosco as idéias…Faltam poucos dias pra meu casamento, será 18/12 e a maioria das coisas estou fazendo, pois será feita cerimonia e recepçao em minha casa, pra familia e amigos intimos. Amei a ideia da plaquinha de mesa, alguem me passa as medidas??? bjkas

  18. Oi Mony! Eu deveria ter medido, mas confesso que não sei.. Porque você não faz uns testes com uma folha sulfite até chegar nas medidas ideais pras suas mesas?

  19. Elisângela disse:

    Cíntia,
    já vivo com meu companheiro há 3 anos e temos um filho. Mas, ainda acalento o sonho de casar. Não poderemos casar na igreja católica, como era o meu sonho; pois, ele já foi casado. Mas, gostaria de ter uma cerimônia de benção ou algo assim. O casamento de minha irmã casou teve a cerimônia civil com a palavra de um presbítero depois.
    Quanto à festa, gostaria de fazer algo pra reunir a família e os amigos, mas não queria uma cerimônia tradicional. Gostaria de uma festa diferente, temática, mas sem perder o romantismo que o momento deve ter, até pq já vivemos juntos.
    O que vc me sugere?
    Abraço, Elisângela

  20. Elisângela, você já visitou uma igreja Anglicana? Ela é muito parecida com a católica, tanto nas crenças quanto nos costumes, e por lá, eles casam pessoas que já foram casadas. Eu me casei na catedral de São Paulo, é linda demais! Mas você também pode se casar em um buffet!

  21. laryssa disse:

    Cintia eu achei legal e ao mesmo tempo constrangedor,e os convidados q não tiver seu nome na mesa como ficará essa situação?
    desde já muito obrigada!!!!!

  22. Mi disse:

    Boa noite… Estou com uma dúvida ?. Farei um coquetel pro meu casamento, fica feio colocar mesas pra todos os convidados?a cerimônia será realizada no mesmo local com duração de quase 4 horas, entre cerimônia e coquetel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *