Convidados solteiros devem levar um acompanhante ao casamento?

Convite de casamento com laço chanel rosé e alianças de casamento. Foto: Aline Machado.

Quando você fica noiva e começa a fazer a lista dos convidados para seu casamento, começa a perceber como o número cresce quando incluímos os cônjuges dos nossos conhecidos. Cada pessoa é, na verdade, um par, e vale por duas… Aí aparece um convidado solteiro na lista e você quase comemora por seu uma pessoa só!

Porém, este é um ponto sensível. Muitas noivas perguntam: é necessário incluir na lista um acompanhante para cada convidado solteiroA resposta é “sim“.

Todo mundo gosta de alguém que lhes faça companhia em casamentos. Com os solteiros não é diferente. Pode ser um namorado, um casinho, um amigo… Alguém com quem possam conversar, comentar quão linda está a noiva, dançar junto na pista da festa.

Por maior a amizade que os noivos tenham com cada convidado, não conseguem dar atenção o tempo todo a cada um e aqueles que forem desacompanhados ficam um pouco deslocados – isso se não declinarem o convite para evitar ficar “sobrando”. É deselegante deixar um convidado nessa posição.

Dessa forma, o convite para o convidado solteiro deve estar em nome de “Sr. Fulano e acompanhante”.

Vale lembrar também que, mesmo que você não faça menção ao acompanhante no convite, há uma grande probabilidade de os solteiros levarem “plus ones” de qualquer maneira, sem avisar. Ou seja: sua lista pode ficar mais enxuta, mas, na realidade, você pode ter problemas com o número de convidados esperados na festa e ter que pagar algum valor extra ao buffet.

Apenas um parêntesis. Se estamos falando de pessoas que já são acompanhantes, como os filhos de um senhor que foi convidado “Sr. Fulano e família”, por exemplo, não é necessário incluir novos acompanhantes  (afinal, mesmo que solteiros, eles foram chamados para fazer companhia ao convidado principal).

Facebook Comments

8 thoughts on “Convidados solteiros devem levar um acompanhante ao casamento?”

  1. Rebeca disse:

    Hoje em dia eu concordo com você Cíntia, mas confesso que na época do meu casamento não dei um convite extra para todos os solteiros não. Me arrependi depois e hoje acho que isso seja grosseria. Bjos.

  2. luciana disse:

    Adorei essa dica.Estou preparando meu casamento e esta em duvida de como remeter os convites.

  3. Ainda não tinha parado pra pensar nisso tão profundamente.

    No meu ponto de vista, existem dois lados nessa situação, pois já vi noivas que não deram o 2º convite por “receio” de sair nas fotos/filmagem um (a) acompanhate (caso, rolo, amizade colorida) que depois de 2 dias a pessoa que levou nunca mais viu, entretanto, hoje concordo que fica chato não entregar o 2º convite.
    Enfim, é relativo.

    Beijos

  4. Cassio Gabriel disse:

    Descordo Inteiramente, o custo de um casamento é alto e ano ser que vc conheça o conjugue ou a pessoa que convive com seu convidado, nao é necessário convida-la! nao é deselegante de forma alguma!
    A Ideia de entregar convite Individual é essa e outra casamento é uma coisa intima, vc tem certeza que quer sua festa cheia de pessoas que nao conhece?? nem a pau

  5. Cíntia Costa disse:

    Oi, Cassio! Entendo seu ponto de vista, mas ainda sou da opinião de que é deselegante com seu convidado. Claro que você pode falar com jeitinho e explicar que o orçamento está apertado e tal, mas, principalmente para aqueles convidados que não são da família ou de uma turma grande de amigos, ir sozinha pode ser muito chato. Até porque, por mais que vocês sejam amigos, você e sua noiva não terão tempo de dar muita atenção para nenhum convidado específico, e esse convidado pode ficar “sobrando”. No fim, pessoas que você considera essenciais podem deixar de ir – aí você economiza, mas deixa de ter aquela pessoa num dia tão importante. É um risco importante a ser considerado.

  6. Lila disse:

    Olá Cíntia.
    Fui convidada, convite individual, para um casamento de uma amiga que não conheço mais ninguém a não ser por seus pais e uma das madrinhas, ou seja, acabarei sozinha na festa, num sitio, no meio do mato, sem poder sequer beber para amenizar a situação, já que volto dirigindo sozinha. Comecei a namorar bem na época da entrega do convite, mas obviamente não pedi outro convite, pois a questão não é o namorado, mas o fato de ser chato pra caramba ficar sozinha numa festa. Se os lugares não forem marcados então, vou ter que me “enfiar” na mesa de desconhecidos? Entendo a questão dos custos e tal, mas isso não justifica o desconforto que a situação pode causar em alguns convidados. Como você faria no meu lugar? Declinaria o convite? Queria que ela soubesse e entendesse o motivo real, pois ela já me deu a indireta que não tem mais lugar sobrando.

  7. Pietra disse:

    É extremamente deselegante sim. Já rompi uma amizade após a noiva ter me enviado somente um convite. No caso em questão a grosseria se tornou ainda mais nítida, pois era conhecida a presença de um ex meu e sua então acompanhante, com os quais eu não possuía bom relacionamento. Ou seja, meu isolamento seria inevitável. Compreendi pelo gesto dela que não havia a menor consideração ou amizade pela minha pessoa, nem sequer empatia ao ter consciência de que me colocaria em uma “saia justa” e no alvo de uma possível humilhação. Se não tem dinheiro o suficiente para festa, não a faça. Protocolo é protocolo. Simples assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *